sábado, 31 de dezembro de 2011

O Conflito de 2011 - Minha retrospectiva

Confesso que, para fazer esse post, precisei da ajudinha da minha agenda. Quem me conhece sabe que eu tenho um dom que Deus me deu, o de esquecer das as coisas. Fiz a correção para explicar que não esqueço as chaves, o guarda-chuva, a carteira...mas esqueço dos fatos, dos momentos, das pessoas. E isso é muito sério. Tão sério que, quando alguém me conta uma situação e eu me lembro dela, comemoro!
Sorte a minha que tenho amigos de verdade. Amigos confiáveis e que não se aproveitam disso. rsrsrsrsrs

Bom, mas vamos ao balanço. Que aqui vou chamar de conflito. Que é o que acontece de fato dentro da minha cabeça. Um conflito tremendo entre o que eu penso e o que eu sinto. Fico pendulando nesse jogo paradoxo, tal qual bolinha de Arkanoid.


Em 2011 eu pude exercitar o aprendizado que começou em 2010: dizer não. Esse ano eu disse muitos nãos, mantive minha postura e melhorei muito minha auto-confiança. Através dele, muitos outros aprendizados vieram: saber meu lugar no mundo que vivo (vi que não sou tão boa quanto pareço, tão feia quanto penso, tão exclusiva quanto tento ser, nem tão inútil e dispensável quanto alguns gostariam que eu pensasse ser); enxergar as pessoas como elas são de fato (sim, porque todo mundo é cool quando você só dá...quando param de receber, é que se mostram de verdade); aproveitar melhor o tempo e viver um dia de cada vez; curtir as fossas.

Quanto à este último aprendizado, gostaria de esclarecer: curtir uma fossa é algo que sempre soube como ninguém. rsrsrs Mas, com a experiência e ajuda de amigos como Aline, Leandro, Thais e minha mãe, aprendi que, temos sim que viver intensamente cada momento. Por isso, quando sou surpreendida negativamente por algo, sofro, choro, me descabelo. Por pouco tempo, mas me dou esse tempo. E logo tudo fica bem de novo.
Se eu pudesse dar uma dica, diria: "É importante viver cada momento, sofra, chore, mas estabeleça um limite. Não se permita o papel de vítima. Você não nasceu para isso."
Mas, ei! Também aprendi a dizer não a mim mesma, e essa é a parte mais dificil da história, vamos deixar os exercicios e lições para o ano que vem, ainda estou no level 10 (de 1.000!!).

Logo no começo do ano - muito feliz e contente - troquei de emprego. E o destino que me esperava era muito mais complexo que eu imaginava. Gente, como eu ralei esse ano! Trabalhei duro, dei o melhor de mim em tudo, até naquela planilha com 219866 abas e 398437 links que ninguém nem sequer teve o trabalho de apreciar.
E dai tirei mais uma lição, deixe o melhor para o que realmente importa. A frase "80% de bom é melhor que 100% de ótimo" foi real na minha vida. Aprendi a entender as expectativas primeiro, para depois supri-las. Vamos deixar o "superar" para quando realmente for necessário. Eu sei que posso, só opto por não fazer quando sei que não serei vista. E assim, aprendi a guardar minhas energias para qunado solicitadas, dou meu melhor HADOUKEN. rsrsrs

Bom, agora que escrevi uma excelente carta de recomendação a futuros empregadores, posso explicar esse "feliz e contente" que disse no começo do parágrafo. O bom humor me acompanhou em 2011, (ok, teve seus momentos de baixa) e com ele consegui levar as coisas de uma forma um pouco mais leve (mas não menos à sério!) e conquistar respeito e admiração de muitas pessoas.

Nessas de dizer não para os outros sorrindo, e para mim chorando, tive o meu momento de fuga estratégica também. Sim, porque recuar nem sempre é covardia, sabia? #eulisuntzu
Dei um tempo na facul, tranquei 1 semestre e renovei minhas forças. Precisava desse tempo.

Das coisas que se mantiveram, nem vou perder meu tempo contando...você já deve saber. No mais, meu saldo não fica muito diferente da maioria: perdi uns kilos, encontrei-os de novo; ganhei novos amigos, me distanciei de outros; experimentei comidas novas (e olha que isso para mim é dificil!); conheci lugares novos; pessoas interessantes; aprendi muuuuuuuuuuito. Com cada um de vocês. Tem muito papo ainda, para outros posts. Esperem sempre o melhor desta aprendiz de blogueira aqui!

Desejo que vocês conquistem o 2012 que almejam, pois...
...um feliz ano novo não se espera, se conquista!

Assistam, se puderem, esse vídeo da Super Interessante, que vi num post lindo de uma colega da Blogosfera BS.

5 comentários:

Ericka Rocha disse...

Dé, nem sempre comento aqui mas gosto muito dos seus posts! Em 2012 prometo vir aqui com mais frequencia, tá??? E que esse ano seja ainda mais cheio de realizações que foi 2011!

Um bjão!

Ana Elisa Ferreira disse...

esse vídeo é mto bom! e que venha 2012 cheio de coisas boas pra tds nós!

Dicas da Virginia disse...

Graaaaaaaaaaaande Dé, parabéns! Não posso e não devo rotular sua retrospectiva, pois ela é única e sua, entretanto - sempre tem né? - se você só conseguisse o "dizer não" sem sofrer, já seria uma grande conquista. Vindo com outras, melhor ainda. Parabéns novamente e sempre que vejo você a vejo com novos olhos, pois uma coisa é certa, você está amadurecendo de forma linda. Bjs e feliz ano novo, de novo.

amopesto disse...

verdades verdadeiras! Um beijo e feliz ano!!!

amopesto disse...

verdades verdadeiras! Um beijo e feliz ano!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...